Bem-vindo

Vamos te dar as melhores dicas e te manter atualizado de tudo que há de novo no mercado de Segurança Eletrônica no Brasil e no mundo.

Cuidado, seu alarme pode estar em perigo. Descubra aqui como evitar.

Cuidado, seu alarme pode estar em perigo. Descubra aqui como evitar.

Investir em segurança residencial tem sido a escolha de famílias que procuram proporcionar mais segurança aos seus familiares. Um exemplo são os sistemas de alarmes que funcionam para cada tipo de necessidade da família.

Uma pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (ABESE), apontou o seguinte: a cada 100 tentativas de furtos em locais com alarmes, 94% fracassam!

Isso mostra a importância de um alarme, mas é necessário que esteja funcionando. Hoje os sistemas de segurança residencial estão cada vez mais sofisticados, até mesmo os alarmes residenciais.

Uma dúvida comum é se realmente eles estão funcionando, ou se estão desatualizados. Confira mais informações a respeito em nosso texto!

Como funciona um sistema de alarme?

Um sistema de alarme nada mais é do que um circuito elétrico, com sensores dispostos de forma a alertar (através de dispositivos sonoros) qualquer movimentação atípica, como uma tentativa de abertura de uma porta ou janela.

Ainda é possível conectar seu alarme a uma Central de Recebimento de Alarmes (CRA) para oferecer uma resposta rápida e garantir a segurança em sua casa, seja uma invasão, agressão, emergência ou alarme de incêndio.

Os operadores da CRA estão preparados para tomar a decisão certa em cada situação e protegê-lo adequadamente.

Fazem parte do sistema de alarme:

  • Painel de alarme (o “cérebro” do sistema);
  • Bateria;
  • Sensores (que identificam qualquer movimentação, existindo vários tipos);
  • Sirene e botão de pânico.

Cuidados para evitar falhas no sistema de alarme

A escolha e instalação correta dos sensores de alarmes evitarão o mau funcionamento do seu sistema. Esse é o principal ponto que deve ser observado. É interessante chamar um profissional especializado na área.

Outra questão que pode trazer falhas ao funcionamento do alarme é se a instalação de sensores de presença for realizada em locais inadequados como a menos de 1,5 metros de qualquer móvel ou próximo de alguma fonte de calor. Isso evita disparos falsos ou até mesmo os não disparos.

Por exemplo, quando seu alarme está sendo monitorado por uma central, e é escolhida a linha telefônica como meio de comunicação de eventos, problemas na fiação ou a interrupção da prestação do serviço pela operadora, existe o risco da central não receber os disparos do seu alarme.

Por mais moderno que seja o sistema de alarme, o morador consegue administrar e olhar o equipamento, e assim saber se está desatualizado. Por isso, para funcionar corretamente, o sistema de alarme necessita da configuração de vários itens de segurança.

Neste caso, para que a instalação não seja malfeita, é essencial contratar uma empresa especializada em sistema de alarme residencial. Ela vai trazer mais precisão ao funcionamento e qualidade do alarme.

Lembrando que o monitoramento é feito 24 horas por dia, 7 dias da semana!

Todos os alarmes possuem um painel de controle, e uma empresa especializada irá lhe explicar detalhadamente seus comandos. Eles são uma forma visual para constatação de falhas em seu sistema de alarme.

Outras fontes preciosas de informações estão disponíveis no manual de sua central de alarme.

Gostou do assunto? Tem alguma dúvida? Então deixe o seu questionamento nos comentários!

Ou se deseja receber uma consultoria especializada, escreva seu nome e e-mail que um profissional capacitado vai entrar em contato com você.

 

Cadastre-se e saiba mais







Deixe uma resposta

*

code