Bem-vindo

Vamos te dar as melhores dicas e te manter atualizado de tudo que há de novo no mercado de Segurança Eletrônica no Brasil e no mundo.

Vigilância solidária: A união de vizinhos na busca por segurança

Vigilância solidária: A união de vizinhos na busca por segurança

Em tempos de aumento da insegurança, muitas pessoas estão preocupadas com a ameaça de crime em seus bairros, condomínios.

Porém, existem maneiras de ajudar a proteger sua casa e vizinhança do crime. A partir de passos simples, como manter as portas trancadas, presença de equipamentos eletrônicos de segurança.

E uma nova maneira de se proteção ganha espaço,  que é a Vigilância Solidária. Você sabe como funciona?

Vigilância solidária com apoio dos vizinhos

A primeira coisa que você pode fazer para melhorar a segurança do seu bairro é conhecer os seus vizinhos mais próximos. Certifique-se de compartilhar informações de contato. Não tenha medo!

Conhecer seus vizinhos e suas rotinas pode ser benéfico para ajudar todos vocês a cuidarem um do outro.

Por exemplo, se você sabe aproximadamente quando seus vizinhos vão trabalhar e voltam para casa, que amigos ou familiares estão sempre por perto, você pode ajudar a identificar melhor qualquer atividade suspeita em sua casa (e na sua).

Sendo assim, ser capaz de reconhecer quem mora em sua vizinhança é um caminho para reconhecer quando há uma pessoa suspeita na área.

Esteja ciente dos hábitos do seu vizinho, por exemplo, quando estão no trabalho, se eles têm filhos pequenos ou adolescentes, se eles são idosos e podem precisar de assistência extra de vez em quando. Essa conscientização fará com que o bairro seja uma comunidade muito mais rigorosa, e todos poderão prevenir melhor o crime.

Além das dicas acima é possível implantar um sistema de monitoramento por câmeras, e o melhor, poder compartilhar as imagens entre os vizinhos.

É um sistema que consiste na instalação de câmeras de segurança nas ruas do bairro, vigiando os pontos de maior perigo. Todos os moradores tem acesso em tempo real as imagens podendo identificar qualquer atividade suspeita e alertar os outros moradores sobre o possível perigo.

Trata-se de um investimento pequeno por morador, frente aos benefícios proporcionados. Certamente vale a pena…

Redes sociais podem ajudar

A internet pode servir como um apoio. É cada vez mais comum moradores de um prédio, condomínio, bairro criarem um grupo em redes sociais para se comunicar. Um grupo digital ajuda todos a se manterem informados e conectados sobre o que acontece no local.

Essa é uma ótima forma de avisar sobre alguém suspeito, assalto, entre outros. Outra dica é incentivar os vizinhos a participarem de um grupo do bairro. Se o seu bairro não tiver um, talvez você possa organizar um. Este grupo será responsável em criar reuniões constantes para tomar medidas que possam auxiliar de forma positiva no aumento de segurança dos moradores.

Essa é uma atitude interessante. Mas mesmo assim não tenha medo de conhecer os seus vizinhos. Observe se têm filhos (e, em caso afirmativo, como eles se parecem) e quais são suas necessidades. Você mora ao lado de um casal de idosos que fica em casa, mas às vezes precisa de ajuda? Ou há um motorista adolescente na família?

Conhecer bem os vizinhos ajuda a perceber quem está em sua vizinhança e o que pode ser suspeito. E não tenha medo de conversar com eles se algo estiver errado no bairro.

Sinta-se à vontade para contatá-los se vir algum comportamento fora do comum ou suspeito em sua casa, ou se você tiver ido embora e quiser que eles façam o check-up em sua casa.

 

Gostou do assunto? Tem alguma dúvida? Então deixe o seu questionamento nos comentários!

Ou se deseja receber uma consultoria especializada, escreva seu nome e e-mail que um profissional capacitado vai entrar em contato com você.

Consulte as nossas lojas SuperSeg Brasil.

Deixe uma resposta

*

code